quinta-feira, 29 de novembro de 2012 - 0 comentários

Recomeço.....

Tive teste de Filosofia, nem sei como correu se foi bem ou mal, o que interessa é que já está feito, venha a nota que vier, é bem vinda, seja positiva ou negativa. Ontem mal consegui estudar muito, não ando com cabeça, nem energia. Mesmo tomando o comprimido sinto-me pior, não consigo dormir descansadamente, andei as  voltas e voltas na cama e pouco dormi.

Sinto-me ..... péssimo, tal como todas as vezes, infelizmente tem sido assim todos os dias, desde há muitos meses, precisamente 11.
Recebi o teste de Inglês, para minha surpresa tive um 15, não esperava nada ter essa nota, estava à espera de bem menos. Já comecei a realizar o meu trabalho de EF, sobre "Os Benefícios da Actividade Física" que tenho de entregar no dia 6 de Dezembro.

Para minha felicidade amanhã só tenho o teste de FQ e aula de BP, as minhas aulas terminam as 11h, devido a se realizar a bênção das capas. Vou aproveitar para adiantar algumas coisas da escola, tenho tantas coisas para preparar, apresentações, trabalhos para entregar e testes para fazer ... esta vida de estudante de hoje em dia não é nada fácil, é complicado, não é para qualquer um.

Fui à psicóloga hoje com a minha mãe e a minha prima. A psicóloga esteve a falar com a minha mãe, depois disse-me que a minha mãe gostava muito de mim, e que não me quer perder, e que ela fica todos os dias que saiu de casa com o coração nas mãos porque tem medo que eu não volte.


Não posso ligar a gente tola, tenho de me afastar dessas pessoas que me fazem mal. Contei-lhe dos arrepios, dos frios e dos tremores que costumam me dar.
Eu tenho coisas boas em mim, sou inteligente, bom aluno, sou boa pessoa e não posso deixar que pessoas tontas me façam sentir abaixo delas, eu sou boa pessoa, tenho que me apegar aos amigos verdadeiros que tenho e me afastar do resto.
Eu irei conseguir um dia desses arranjar a coragem toda que necessito para falar com o F. e resolver as coisas entre nós.
Falei que as coisas tinham piorado e que o medicamento não está a fazer efeito.
Por fim a Dr.ª disse-me que me ia me encaminhar para a minha pediatra (a Drª que me salvou a vida), que ia escrever uma carta remetida a ela, a explicar a minha situação, e depois ela ia me encaminhar para o hospital, para uma pedo-psiquiatra.

Fico muito feliz pelas coisas parecerem realmente melhorar e terem ganhado um rumo, de uma vez, para a próxima sexta já tenho psicóloga marcada.
Parece realmente que as coisas vão resultar de uma vez, acredito que tudo vai melhorar, espero que as ideias de suicídio me saiam da cabeça, acredito que vou conseguir encontrar alguém um dia desses, um alguém muito especial. Acredito que vou ficar com uma vida bela e estável! Feliz!
quarta-feira, 28 de novembro de 2012 - 0 comentários

Não é Fácil....

O dia hoje não me está a correr nada bem, não estou bem e não me sinto bem.
Apetece sei lá, deixar tudo ... ir embora, sinto falta de coisas simples mas que me fazem imensa falta, é tudo tão péssimo,  eu já não posso mais, basta!!!!

Não é fácil querer, precisar de algo de alguém, de pequenas coisas tão simples,e não ter nada disso. Cada dia que passa sinto-me cada vez pior, mal, tão em baixo, completamente de rastos, sem um rumo...desorientado, sem saber o que fazer, sem alguma estratégia para sobreviver a todo este mal, sem algo de bom em que pensar, sem coisas boas, estou sem esperança, força, animo .... sinto-me a pior pessoa de sempre!

Quando fui ao teatro, parecia que não tinha nenhum problema, esqueci-me de tudo o que é muito bom, é de facto até agora o único lugar onde me sinto bem, onde tenho um momento bom, uns pequenos momentos bons, em todo este sofrimento que passo no dia-a-dia.
A vida é feita de mil e uma emoções, com momentos bons. Gostei bastante da tarde, foi bem divertida e rime à séria, o jogo das máquinas foi altamente, ehehe!
Gostei do bastante do meu improviso da morte da TROIKA, ficou giro. Também gostei bastante do Dengue, sobre o mosquito, foram os dois cinco estrelas, simplesmente amei.

Mal posso esperar por começar os ensaios da próxima peça que está a ser escrita pela professora F. , é essa a peça que vai entrar no concurso do Festival Regional de Teatro, mal posso esperar por ter um papel... ainda não tenho nenhum.
Depois do teatro, tudo volta à plena e natural normalidade, afinal voltei para o mundo real. O meu amigo P. ligou-me, até estranhei ao início, ele ligou-me para avisar que alguma pessoas da nossa turma querem me fazer mal, já houve pessoas que fizeram questão de ir buscar cenas do ano anterior, e contar aos alunos novos, que gente mais tola e tonta, querem por todos contra mim. Ele disse para eu tentar estudar para o teste de amanhã e também ver se dormia, disse que tenho de melhorar a subir as minhas notas todas, não posso continuar com notas baixas. Infelizmente eu não consigo controlar o que sinto, e nada posso fazer.
Enfim....que vida!

Amanhã tenho consulta com a psicóloga, finalmente! Ainda bem que a minha prima conseguiu consulta!
terça-feira, 27 de novembro de 2012 - 0 comentários

Abrir de Olhos...Acordar Para a Vida!

Eu tenho a tendência para esconder tudo das pessoas, já fiz isso quando sofri de bullying, e continuo sempre a o fazer, mostro sempre que está tudo bem, mas na realidade não está! Faço isso só para ninguém saber  que eu sofro e que não estou bem, eu aparento uma coisa mas sou outra.

Ontem a minha amiga a I. teve uma conversa muito boa comigo, ajudou-me a abrir os olhos, a ver a vida como devia de ser.
Ela disse-me que:
Me entendia e percebia perfeitamente tudo o que eu sinto, tudo o que eu estou a passar. Que eu estou numa idade critica como toda a gente  esteve, faz tudo parte do crescimento. Devia tentar sair deste buraco escuro, que não valia a pena ficar lá, e não era com falinhas mansas que vou sair de lá!
A vida é demasiado curta para eu me sentir assim, para ser perdida com queixumes.

Toda gente toda gente tem mesmo problemas, não penses que és o único...que já pensou em acabar com tudo e se isolar faz parte do crescimento.
Não é fazer lamurias e queixar-me que isso vai passar, faz coisas, vive!
Faz o que te apetece e caga para outros, o que eles pensam de ti. Não leves as coisas tanto a peito.
Tu só vives uma vez, por isso aproveita a vida, aproveita a chuva, o sol, o choro, o riso, os momentos! É normal que as vezes tu te passes, mas acredita o que passas agora não é nada comparado o que passarás daqui a uns anos porque hoje, são os teus dias de glória, és jovem não tens responsabilidades nenhumas, nem dramas do dinheiro (...) aproveita a vida, acredita!
Os teus pais não te compreendem paciência, tu provavelmente não os compreendes porque eles não te compreendem. É preciso pores-te também no lugar deles!
Fogo és filho deles, e eles fazem isso porque te amam e ponto .
Tu não sabes o que eles passam...falas que perdeste um irmão recém-nascido, agora imagina a tua mãe que carregou-o durante 9 meses e depois puf... Acredita, eu sou mulher e acredito que a dor dela seja muito maior que a tua!

Tu não tens nada de errado contigo! Apenas não te abriram os olhos como deve ser, e não é com falinhas mansas que as pessoas abrem os olhos.
Tu és um rapaz forte, se tu consegues cantar com a tua própria voz a frente de um grupo desconhecido consegues fazer tudo! Por amor de Deus, tu és muito mais forte do que pensas. Acredita em ti!
O teu cérebro está-se a desenvolver, e às vezes a vida torna-se confusa e estranha, acredita leva as coisas na calma, sem stresses. Aplica-te à escola convive com os amigos, não te isoles, fala com os teus pais! Solta-te. Nao é quero mas sim eu vou começar um ano muito diferente.
Juro-te naquele quadrado na quarta-feira, eu achei que tens imenso jeito, projectas bem a voz mas não podes mastigar tanto as palavras.
Se te soltasses mais poderias vir a ser um grande actor.
Desculpa lá, ser tão directa mas irrita-me andar com rodeios, e acho que não mereces isso. Acho que mereces que te abram os olhos como deve de ser, porque acho que és um rapaz que tem muito para dar, por isso acredita mais em ti! Não percebo o porquê de tantas inseguranças, acho estupido
porque tu és forte.

E digo-te não há nada de errado contigo, não precisas de médicos, nem comprimidos juro-te! Só precisas de um empurrãozinho para "te encontrares" acredita os 16 anos passas por tantas mudanças que pensas que tens todos os problemas.
ACREDITA TODA MAS TODA GENTE PASSA POR ISSO!
É UMA ALTURA CHEIA DE MUDANÇAS FÍSICAS, FISIOLÓGICAS, MENTAIS, PSICOLÓGICAS e SOCIAIS.
Custa acredita!!
Todos os pensamentos que tiveste, eu tive acredita! Eu e todos os teens que para aí andam jogados.
Apenas vive!!! Relaxa. Se gozarem contigo caga, goza com eles também, se te chamarem nomes chama também.
Tu és forte, tu tens uma forma espectacular dentro de ti, tu és doce, és querido e penso que irás longe por isso não comeces a ser derrotado. SÊ um lutador!!!
Eu não percebo, a tua necessidade de procurar o problema, tu crias problemas onde não existem.
Vive apenas, tens tanto para dar!!
Não tenhas medo!!!

GRANDE CONVERSA, GRANDE MULHER E PESSOA QUE TU ÉS, nunca ninguém me tinha dito algo assim tão forte, nunca nenhuma rapariga foi assim tão directa e certa para mim I., só te tenho imenso a agradecer por tudo, o que fazes por mim! És sem dúvida uma excelente pessoa, obrigada por me abrires os olhos, estava mesmo a precisar que alguém me fizesse isso!!
Por vezes eu não sei ver as coisas como deviam de ser vistas realmente. Vou ultrapassar todas as minha inseguranças, todas espero eu, passo a passo, a mudança chega!! Nada há-de ser impossível ^^
Só eu posso mudar, por mim, mais ninguém. Continuar e ficar triste por tudo o que aconteceu, só me estraga a vida, não aproveito nem vivo o presente. Estive a falar com o F.A., e esta pessoa a I, sabe muito bem o que diz. Tenho pessoas que estão do meu lado. Não posso esperar mais para recomeçar a minha vida, o que preciso é de dar o primeiro passo e está na altura mais que certa de o dar, antes que seja tarde.

Espero começar um novo ano que aí vem de uma forma totalmente diferente, desejo ser feliz e encontrar a minha cara metade, quero amar e ser amado, quero ter uma vida vem diferente e hei de conseguir realizar todos esses objectivos....
Um novo ano me espera, bem diferente!

Hoje não me sinto nada bem, andei as voltas e voltas na cama, não consigui dormir praticamente nada, eram 2, 3, 4, 5 horas estava acordado. São tantas as coisas que estão na minha cabeça.
Na aula de FQ, senti-me tão mal, deu-me pancadas de sono, cheguei a começar a tremer e tudo.
Continua tudo no meu pensamento, tudo o que me aconteceu até agora, tenho uma grande mágoa do passado.
Tinha teste de PT hoje, mas não consegui fazê-lo, além de que não tinha conseguido estudar praticamente nada. Cheguei ao teste, e comecei a tremer sem parar, a minha letra ficou desgraçada, tão ilegível e acabei por não consegui fazer nada.
A professora que viu o meu estado, aconselhou-me a sair da sala e depois ela tratava do teste. Depois eu fazia-o noutra altura.
Tudo está metido na minha cabeça de tal forma, que eu não consigo esquecer nada.
Nem me aguento. Tenho a cabeça tão pesada.
Não tenho paciência nem vontade para nada.
O comprimido já não faz muito efeito, não estou a conseguir descansar muito bem.

Só quero é me sentir bem.... Apenas Isso!
segunda-feira, 26 de novembro de 2012 - 0 comentários

Medo...

Não acordei muito bem hoje, nesta noite não consegui descansar muito bem.
Não estou com disposição nenhuma para estudar, nem ter aulas ... nem fazer testes tampouco.
Apenas quero me sentir bem e desejo que todo este longo e grande sofrimento que me invade, vá embora de vez da minha vida e me deixe em paz, me deixe viver, não me faça pensar em morrer, em desistir de tudo, em deixar tudo (...)
Tudo o que tenho passado e sentido tem-me deixado tão em baixo...
Ainda existem pessoas na minha bem-dita turma que continuam a fazer de mim critica, é tamanha a dor de cotovelo...um colega meu da minha turma ainda continua muito irritado comigo, por causa da cena do teste de Matemática ... enfim que gente mais tola e parvalhona.
Eu tenho observado que pela forma como ele fala de mim, não gosta nada de mim, mas isso não interessa só espero é que não me façam a vida negra, nem me arranjem mais problemas. Já estou bem cheio deles, não quero mais....

Quero ter, preciso mesmo de ter coragem para pedir desculpas ao F. mas infelizmente ainda não consegui arranjar toda essa coragem de que necessito. Hei de conseguir um dia desses...
Também ainda não pedi desculpas a ninguém da minha família , ainda não surgiu o momento certo para o fazer... Eu estou cheio de medos, tenho medo de tudo.

O medo é muitas vezes o muro que impede as pessoas de fazerem uma série de coisas.
Tenho medo de ser maltratado, de voltar a acontecer o que já aconteceu, medo que as pessoas não aceitem as minhas desculpas, que não seja feliz, tenho medo de sofrer de novo, tenho medo de me aproximar das pessoas, tenho medo da vida, do presente e ainda mais do futuro, tenho medo de voltar a amar e não ser correspondido, tenho medo de ser traído, de ser magoado pelos amigos, tenho medo tenho medo de mim, não gosto de mim, tenho medo de cometer um grave erro e depois me arrepender, ... o medo é agora o meu pior inimigo, bem como as inseguranças, os nervos e a ansiedade.
Tenho medo de me aceitar como sou, ... sermos sensíveis neste mundo, requer muita coragem.
Apetece-me simplesmente fugir daqui, fugir dos medos e não enfrentá-los de uma vez, deixando-os ali a um canto, sem dar importância a eles.

No teatro é como se esquecesse todos os meus problemas, como se eles se fossem embora, por momentos...porém quando de lá saiu é tudo a voltar à plena normalidade, tudo fica na mesma como tem estado, nada se transforma nem muda. Adorei o ensaio que fizemos, foi mesmo excelente, está a ser um verdadeiro e gigante espectáculo estar no teatro.
Os momentos bons superam sempre os maus. Vou fazer alguma coisa por mudar a minha vida, continuar sempre assim não dá, não aguento mais.
domingo, 25 de novembro de 2012 - 0 comentários

Custa Tanto...

Custa tanto, custa tanto ver um dia a passar e tudo continuar igual, tudo sempre na mesma, custa tanto tudo o que eu estou a passar, custa tanto não ter aquela pessoa, não ter cá o meu irmão, custa tanto viver mais um dia, custa tanto ouvir disparates da boca das pessoas sobre a minha vida, custa tanto tentar se calar só para não perder a razão e não arranjar nenhuma confusão, custa tanto ver todos os outros bem e felizes e eu não estar, custa tanto ver todo o mundo a me virar as costas, a não me querer perceber, custa tanto não ter um apoio, um suporte, um amigo verdadeiro, sincero e leal, custa tanto estar assim, ou ainda pior todos os dias da minha vida...
Não me sinto nada bem, a noite passada mal dormi por causa da chuva imensa que deu e por tudo o que eu tenho na minha cabeça.

De manhã convidaram-me para ir ao café, mas eu não quis, não estava com disposição alguma, e decidi ficar em casa, deitado no meu sofá. É verdade finalmente eu já tenho a sala pronta, com sofá e TV, tinha me esquecido de dizer isso à uns dias atrás. Tudo o que me aconteceu vêm-me à mente e magoa-me. Eu não quero saber, não quero, de pessoas com casos piores que o meu. O meu é preocupante, bastante difícil e não é simples, tem sido muito difícil, não é propriamente nada simples de aceitar tudo o que me acontece, o que sinto por dentro. É complicado eu querer que as pessoas me entendam e não haver niguém que me entenda. Eu sei que por vezes é dificílimo para as pessoas entenderem determinadas coisas, mas será que não existe ninguém, que entenda sequer o bocadinho do que estou a sentir. vezes as pessoas só entendem os problemas quando eles são um braço partido, uma dor de barriga. Por vezes as pessoas só entendem os problemas quando eles são um braço partido, uma dor de barriga, ...

Só eu, apenas eu sei aquilo que custa sentir o que eu sinto e o que eu sofro, o quando isso tem-me custado verdadeiramente ... as outras pessoas à volta apenas imaginam o que posso sentir ou sofrer.
É muito difícil, complicado de me sentir com dupla personalidade, é como se existissem duas pessoas completamente diferentes dentro de mim, me sentir bem agora e depois ficar muito mal, de rastos em baixo, ter vontade de gritar e chorar até não poder mais.
Eu estou imensamente farto de tudo. Já não posso com nada, com pessoas, com criticas negativas, com todos os problemas que tenho, com tudo de mau que sinto ....

Esta semana que vem tenho dois testes, mas não estou com capacidade nenhuma, não tenho cabeça nem estou bem para poder fazer essa mais banal actividade.  Perdi a paciência para tudo, não tenho vontade para fazer nada!
Desejo imenso me sentir bem e estar feliz, será que alguém entende o que isso é, e que eu não estou nada bem e preciso de  alguém que me ajude!

Quando eu achar que não posso mais, tenho de pensar naquilo que levou a chegar até aqui, até hoje. Tenho de fazer mesmo algo para resolver as coisas, de uma vez por todas, não posso simplesmente ficar mais parado a ver todas as coisas a acontecerem de dia para dia, a piorar cada vez mais. Eu quero viver, quero ser amado e amar, quero encontrar a minha cara metade, quero receber e dar, quero aproveitar a minha vida ao máximo enquanto posso, quero viver todos os momentos do presente.  Quero ter uma vida digna, quero me sentir bem e estar bem, confiante, com auto-estima, seguro, confortável, sem medos ou impedimentos para fazer algo que desejar. Para tudo isso nem que tenha de frequentar a psicóloga todas as semanas, ficar parado, a pensar, não resulta, não dá ... não mudará nada, tenho de fazer algo acontecer.

Sinto saudades de quando era pequeno, não tinha preocupações nem nada de mais! Foram os melhores anos da minha vida, era tudo tão, tão diferente!
sábado, 24 de novembro de 2012 - 0 comentários

Relatos de Um Rapaz....



“Sinto-me tão mal, estou tão em baixo, já não consigo fazer nada bem, tudo me corre pessimamente mal já não consigo acreditar mais em mim, só fico cada vez mais desiludido comigo, já não tenho força para continuar em frente. Estou farto, fartinho de tudo, TUDO!
Já não consigo suportar isto tudo, durante mais tempo, a cada dia que termina vejo a minha vida a andar para trás mais e mais. Tudo o que mais me apetece fazer é desaparecer daqui.”

Vou contar-vos uma história …
Havia um rapaz, que era relativamente forte, já tinha ultrapassado muitas barreiras, era corajoso, cheio de vida, feliz. Há alguns tempos atrás, nada o deitava abaixo, tinha auto-estima, confiança em si próprio…porém há uns meses para cá, as coisas começaram a mudar drasticamente, o seu passado regressou, todas as coisas que lhe aconteceram, assolam-no todas as horas, todos os dias da sua vida. Ele passou o Verão isolado de tudo e todos, devido às coisas terem-se complicado precisamente nessa altura, os ditos ‘amigos’ que tinha esfaquearam-lhe as costas e traíram-no, depois começou a ter conflitos com a família, passou a ficar farto de tudo e todos, apeteceu-lhe 1001 vezes sair de casa, fugir desse mal todo, não consegue parar de pensar no seu irmão que morreu e que lhe faz uma gigantesca falta. Tudo o que mais lhe aconteceu na vida, foi ser criticado desde muito cedo, maltratado, espezinhado, houve alturas em que ninguém acreditou nele e isso só o fez sentir pior. As pessoas tinham uma certa tendência em acreditar em tudo o que os outros diziam sobre ele e não na palavra dele, como devia de ser. Ele sempre foi um fraco. Sofreu tanto desde cedo, a partir da nascença, teve imensos problemas, os médicos não esperavam que ele escapasse e sobrevivesse, sempre foi e ainda é muito sensível, muito emocionalmente frágil, ele vai a baixo com facilidade. Ele sente-se tão só, abandonado com um enorme vazio dentro de si. Odeia que as pessoas o magoem, tem um grande defeito, que é acreditar que toda a gente do mundo é boa. Por vezes, espera mais das pessoas do que aquilo que elas são, acaba por ser muito magoado no fim de tudo. 

Há algum tempo começou a ficar deprimido e isso aumentou de dia para dia, chegando a agora a estar sempre assim todos os dias, fica revoltado, irritado com o mundo inteiro, têm dentro de si uma enorme angustia, um vazio anormal, tem o coração partido, é frio para todos, não sabe se deve confiar em alguém, não consegue se aproximar de ninguém como medo de ser magoado. Ele tem vontade de desaparecer, ele vive num mundo muito mau, cruel, cheio de gente oportunista, hipócrita, sem coração nem sentimentos. Ele sente-se a pior pessoa de sempre…
Ele acabou por fazer coisas que não eram dele, começou a agir como se não fosse ele, acabando, por toda a gente ficar desiludida e magoada com ele. Esse rapaz sente-se como se tivesse dentro de si, duas personalidades, duas pessoas completamente diferentes, é como se fosse ‘‘bipolar’’, e essas personalidades, uma delas é boa, e outra é triste, má, revoltada,
farta … há simplesmente alturas em que ele se sente ora bem e depois fica de rastos, em baixo, revoltado, muito mal, farto da vida. Nos últimos meses ele tem-se sentido, todos os dias, mal, muito mal. Ele por mais que queira e ambicione ver o lado positivo, de algo não consegue pois é tudo tão negro o que lhe tem acontecido de dia para dia, a sua vida fica cada vez pior. Quantas vezes, ele já tentou se levantar, mas foi uma tentativa sem sucesso, existem sempre coisas que o impedem. Por ventura ninguém faz questão de entender esse lado, e perceber isso apenas todo o mundo diz: “O caminho é para a frente”, “Tu não queres, te levantar”, “Tu tens de esquecer tudo”, “Não é impossível, tu consegues”. Ele sente-se farto, cansado de ninguém o entender e perceber os seus pontos de vista, praticamente ninguém entende o seu sofrimento, todos vão buscar casos piores do que o dele, mas isso é-lhe indiferente. Ele quer lá saber disso, o seu caso também é grave, ele está a sofrer tanto e não tem sido fácil…é pena, pena que ninguém tenha entendido isso até hoje .
Ele agora não consegue se aceitar a ele próprio como é, tem vergonha de si, não tem confiança nem auto-estima, está a sofrer já a praticamente 11 meses, não consegue aceitar a perda do seu irmão gémeo. Todos só o fazem sentir pior, todos os deitam abaixo. Ele sente que não tem apoio de ninguém, ele não tem amigos nenhuns, sente-se desprezado, abandonado por todos, sozinho, triste, infeliz, é tão triste, se sentir sozinho no mundo, precisar de alguém e não ter…é tão péssimo, tudo isto.
Há alturas em que lhe apetece desistir de tudo, ir-se embora deste mundo. Ele não pode mais, esta a sofrer imenso, embora não o demonstre e oculte tudo das pessoas, nomeadamente aquilo que sente. Ele já não sabe por onde se há-de virar, o que fazer realmente para poder sair deste buraco, destes problemas todos que o têm assolado. Ele já não suporta todo este sofrimento. Ele já não consegue ver algo de bom na sua triste vida. Este ano está a ser o pior da sua vida, são inúmeras as coisas lhe têm acontecido dia após dia.

Ele já não é o rapaz corajoso, alegre, feliz, cheio de vida, que todos conheciam, usa o sorriso como disfarce para ninguém poder notar aquilo que sente. Há ocasiões em que a sua raiva, a sua revolta, é tanta que lhe apetece simplesmente gritar e partir tudo o que está a sua frente. Há ocasiões em que ele se sente tão mal, tão em baixo chegando inclusive a pensar em morrer para acabar com todo o sofrimento, ele fica muitas vezes sem fome, sem apetite para comer, ele chora noites e noites sem fim, ele fica dias e dias sem dormir, ele não está nada bem…
Ele já não sabe o que fazer. Ele já não é aquele que foi considerado bom aluno, o melhor da sua turma no ano passado, agora tem notas miseráveis e baixas, sente-se muito mal e não consegue aceitar isso, ele está nas aulas mas a sua cabeça está noutro sítio, não consegue se concentrar de maneira nenhuma, ele não consegue deixar de pensar em tudo o que lhe aconteceu, a sua vida anda cada vez mais para trás à medida que o tempo vai passando.
Ele já não é forte, ele não tem confiança em si mesmo, auto-estima, força para poder continuar a lutar, ele já não tem nada. Ele continua em baixo, sem vontade de viver, não tem energia, depois de tudo o que lhe tem acontecido, ele está a passar uma má fase, muito má, ele não aguenta mais tudo. Ele tem a vida completamente arruinada, este ano está a ser um completo desastre, só lhe acontecem coisas e mais coisas. Tudo começou a acontecer como uma bola de neve, sempre a crescer, ele sente-se como se o mundo desabasse todo em cima de si. A sua família não o entende, não percebe aquilo que ele sente, para eles aquilo que ele sente não faz sentido.
Ele está sem paciência, sem vontade, sem energia … para tudo, para estudar, para qualquer coisa na sua vida.  Ele tem a sua cabeça numa enorme confusão, num enorme furação, as pessoas não o entendem, não percebem em geral o que sente, e com isso ele sente-se pior. Ele precisa de ajuda, precisa de uma mão amiga, de força, de tudo…para poder viver.

Ele sente-se tão sozinho, ele está completamente de rastos. Ele não se sente bem a fazer desporto, e não irá fazer mais, quando ele faz desporto, além de ser posto de parte e criticado, vem-lhe à memória, todas as coisas que passou até ao dia de hoje. Ele não consegue fazer desporto, ele não se sente bem isso é mais uma das coisas que só o prejudicam, só o fazem sentir pior.
Cada vez mais a sua vida fica pior. Praticamente ninguém entende, nem percebe o porquê de sofrer tanto, a razão para estar a se sentir como se sente, de agir como age, o porquê de estar assim …
Ele já não é jamais aquele que todos conheciam, ele é outra pessoa, ele está tão em baixo, deprimido e triste. Ele está num caminho escuro, sem luz alguma. Apetece-lhe desistir de tudo, mas tudo. Ele sente falta de uma pessoa, de amigos verdadeiros e sinceros, de uma namorada, de alguém que o apoie, o conforte, o ajude em tudo o que ele precisar. Ele sofre tanto mas tanto que ninguém faz a mais pequena ideia…do que é estar assim como ele e sentir o que ele sente. Ele está revoltado com o mundo e sente que o mundo está contra ele. O que ele sente, está a estragar tudo que ainda lhe resta, está a coloca-lo sem algum possível rumo para si para a sua singela vida. Ele tem imensas saudades da sua infância, ao menos não havia preocupações, nem problemas como tem agora!

Já não existem forças para continuar, apetece-lhe simplesmente parar durante uma semana, parar em tudo, e dizer que o mais importante é a sua saúde enquanto esta não fica boa, não faz mais nada. Ele precisa de alguém que o oriente, que se preocupe com ele, que lhe dê apoio, que saiba que pode contar com essa pessoa. É preciso ele encontrar uma saída, um rumo para fora deste mal todo que o invade.
Ele quer se sentir bem, mas está sendo bastante difícil, não está fácil para si suportar tudo até o dia de hoje, ele está tão farto! Por mais que ele tente se sentir bem, os seus problemas já se tornaram num mal tão grande, que irá ser muito difícil de eliminar. Ele precisa de ajuda!
Esse rapaz de que falo, sou eu.
sexta-feira, 23 de novembro de 2012 - 0 comentários

Só Desilusões...

Não me sinto nada bem...
Detesto não conseguir fazer as coisas...na aula de BP não consegui fazer o exercício que o professor mandou ... fiquei frustrado comigo próprio por não me lembrar de nada.
Comecei a ficar irritado e zangado comigo .... fiquei fulo comigo mesmo por não conseguir fazer as coisas...

 Não estou com disposição para fazer nada, só me sinto pior cada vez mais! Quase ninguém me compreende, e isso é bastante duro e difícil de se lidar.

A pro
fessora de FQ já veio Às aulas hoje,  o teste de substituição que tínhamos para fazer ficou para a semana e o segundo o teste é de hoje a 15 dias.
Eu propus à professora em realizarmos um trabalho simples para subir a nota, ela disse-me que iria pensar no assunto, espero que pense muito bem e que aceite a minha proposta pois é uma mais valia para nós, vai ajudar na nota.
A matéria que sairá nos 2 testes é basicamente a mesma, espero conseguir recuperar do 4 que tive e ter uma boa nota.

Eu já não consigo fazer nada de jeito!
Só recebo desilusões ... tive apenas 10 no teste de PT, e foi porque a professora puxou as notas. Mais um teste que tinha corrido tão, tão bem ....
Eu não me sinto nada bem, não tenho paciência alguma para estudar, que dia de horrível.
Já não posso mais em continuar assim....já não aguento tudo isto que sinto...
Quando recebi aquele teste, quase que começava a chorar, mas por pouco aguentei-me.
Não sei como consegui.

Tenho de conseguir aceitar as minhas notas, embora seja muito difícil e complicado porque vejo que já não sou aquele bom aluno que era, aquele filho, aquele apegado à família... tenho de conseguir aceitar as notas que tenho, e ver tenho andado sempre em baixo, e por isso mesmo o meu rendimento na escola não é o mesmo. É normal! Mas a minha saúde é o principal. É o que mais importa neste momento!
quinta-feira, 22 de novembro de 2012 - 0 comentários

Luta....

Recebi o teste de BP fiquei muito desiludido comigo, o teste tinha corrido tão bem, mas pelos vistos, parece-me que esse bem é "". Esperava muito melhor nota, tive só um 12! Estou tão triste....

Fui à psicóloga e surge que é a situação que ja esperava, só é possível ter consultas de 15 em 15 dias e não todas as semanas como necessito, sendo assim eu optei por passar a ser seguido pela doutora S., a outra psicóloga a última a que fui, gostei mesmo imenso dela. Foi a melhor psicóloga até agora.
Esta psicóloga a quem fui hoje, falou-me de uma consulta de família, para ajudar-me com os meus pais. Vou pedir opinião à doutora S., sobre esse aspecto.


Não me sinto nada bem, a fazer desporto Educação Física, porque sou excluído e criticado por todos, não consigo fazer as coisas certas .... e é nisso que vejo todos os problemas que tive e vem-me todos os problemas à cabeça e sinto-me muito pior. Não quero continuar assim!
Vou tentar para a próxima quando for ao médico vou pedir um atestado para não frequentar as aulas de EF, só fazer trabalhos e entregar ao professor, para este poder dar-me a nota. Não me sinto bem,e não vou fazer desporto! Isso está fora de questão....


Já contei aos meus pais que tenho um jantar com o teatro daqui a um mês e da academia, pareceram-me ter reagido e aceitado isso bem, falta agora  o resto das coisas que lhes tenho para contar. Já falei também com a minha tia e com os meus pais sobre a questão de ter mesmo de ir ao médico todas as semanas, à psicóloga e voltar ao psiquiatra, pois tudo continua mal na mesma. Os meus pais principalmente não reagiram muito bem a isso, a minha mãe continua a não me entender .. vai buscar casos de pessoas piores do que eu para me dar o exemplo que sou um herói, mas isso para mim, não faz o mínimo sentido. As pessoas não entendem nada do que sinto....

Antes de ontem, a minha mãe perguntou-me porque é que eu não arranjava nenhuma namorada, em vez de estar a escrever no computador, ela não achou o blog uma boa ideia, viu logo as coisas pelo lado negativo,  isolado do mundo e deprimido. Fiquei no inicio um pouco sem saber o que dizer .... mas depois disse-lhe que não me sentia preparado para isso.
Eu quero ter alguém, mas é como se não quizesse, pois o medo de sofrer outra vez é tão grande, tenho receio que as coisas voltem a dar erradas novamente... mais um vez.

Amanhã vou continuar a conversa com a minha tia, e vou falar com a minha prima L. , sobre as coisas que se tem passado e também está mais do que na altura de marcar as consultas.

Espero que as coisas vaiam melhorando aos poucos e poucos...
Não desisto dos meus sonhos, nem perante as dificuldades, quero ter muita força para continuar esta luta, espero conseguir tudo aquilo que mais quero.
quarta-feira, 21 de novembro de 2012 - 0 comentários

Dia Após Dia....

Hoje o dia correu bem, principalmente o teatro diverti-me à grande, e cada vez mais vejo que tenho uma enorme paixão pelas artes! O teatro foi tão divertido, forte ensaio que realizamos hoje!
Foi brutal....os improvisos tiveram muita piada, foi só para rir.
Já resolvi o assunto da academia, passo só a frequentar 1 vez por semana às quartas feiras, logo às segundas já posso ir descansado ao teatro.

Tenho de falar com a minha p
rima sobre a questão de ter de voltar ao psiquiatra, o medicamento que estou a tomar, ajuda-me  melhor para descansar, mas todos os pensamentos continuam, eu continuo a me sentir pessimamente muito mal, de rastos, a ter pensamentos de morte e a ter medo de fazer algo para isso. Continuo a me sentir em baixo, com pouca auto estima, confiança, muito abatido, sem energia, sem força...
Dia após dia, tudo continua o mesmo de sempre, nada mudou!

Só esse medicamento por si só, acho que não resolve, continuo a me sentir ora bem ora mal, estou cansado esgotado de estar assim! Eu sei também que há coisas que partem de mim, mas isso já é outro assunto.

Amanhã irei a uma outra psicóloga, mas receio que as consultas sejam muito espaçadas...
Estou farto  de não ter as coisas fixas, por mim eu ficava com a última psicóloga que fui, foi de todas a melhor sem dúvida... sei que é pago e gasta-se dinheiro, e que os meus pais não estão dispostos a pagar para ir lá todas as semanas, é uma despesa enorme. Mas eu preciso mesmo de ir todas as semanas, não é por capricho ou qualquer outra coisa é por EXTREMA NECESSIDADE, assim a própria médica o disse que eu deveria ser acompanhado todas as semanas, durante esta fase que estou a passar.
Já disse à minha mãe, mais do que uma vez  "Quero lá saber que seja caro, e que não queiram pagar, retirem dinheiro da minha conta para isso, não me importo nada, mas assim eu não vou continuar durante mais tempo!! Já chega....  "
Eu preciso de acompanhamento com o psiquiatra e  psicóloga! Senão as coisas nunca mais avançam...não aguento me sentir como me sinto durante mais tempo, caramba será que esta gente não me entende!!! Preciso de ser acompanhado pelos dois! Um só deles não chega!
Já estou cansado de não ter rumo, de estar eternamente assim mal, de rastos há sensivelmente quase onze meses! Custa, custa e não é nada pouco.... tudo o que mais desejo é me sentir bem!

Ainda ontem disse à minha mãe: "As pessoas falam das coisas mas não sabem de absolutamente de  nada, nada. Eu tenho estado sempre deprimido, embora a maior parte das vezes não o demonstre! Eu aprendi a esconder tudo, para niguém saber como me sinto. As coisas têm estado cada vez piores....
A minha mãe  queria ver o blog mas eu não tenho coragem de lhe mostrar, são coisas pessoais, e não me sinto confortável e à vontade para o fazer, talvez vou pedir ajuda à minha prima L. ou à minha tia.
Tenho muitas coisas para contar aos meus pais não sei como vão reagir, estou com medo de como eles vão aceitar determinadas coisas que tenho para lhes dizer.....
Já chega de tudo, mas tudo .... estou cheio, farto, cansado, de todas as coisas que têm acontecido!
Só quero ficar bem de uma vez por todas, não suporto mais todo este sofrimento, será que não entendem isso!!!!
terça-feira, 20 de novembro de 2012 - 0 comentários

Paixão!!!


Ontem rebolei na cama para um lado e para outro, e não consigui adormecer....estou tão em baixo! Pareço um zombie, não me aguento, o cansaço é tanto....mas enfim, tudo continua na mesma!

Hoje a minha amiga a AL. fez me um elogio às minhas fotos, que eu tenho mesmo espírito de artista, e que o meu trabalho deveria ser isso,  eu não tenho perfil de estar atrás de uma secretária um dia inteiro, mas sim de fazer teatro, cantar. Tenho imenso jeito para a arte...até tenho perfil de modelo fotográfico, fico muito bem nas fotografias e adoro ser fotografado.
Eu adoro teatro, cantar, ser modelo, amei a sessão fotográfica que fiz este ano, foi fantástica, foi a minha primeira experiência, e é com orgulho que digo que resultou muito bem, apesar do desconforto, consegui me sair bem, sou daquelas pessoas que fica muito bem nas fotografias, mostro-me à vontade e é algo gosto! Isto das artes para mim é uma coisa bela, uma verdadeira paixão como nenhuma antes vista!

Eu tenho um rosto tão belo
Digno de ser fotografado
A minha beleza não se revela
apenas é demonstrada

Não posso nem devo desistir dos meus sonhos! Se me identifico imenso com o teatro, canto ou lá o que seja, siga em frente e vou lutar para fazer aquilo que mais quero, se houver pessoas que não aceitem paciência!!! A vida é minha e eu é que decidido o que quero para a minha vida, o que quero fazer dela, e ninguém tem de se meter no meio.

O recomeço de uma vida (...) começa por deixar para trás tudo o que de mau existe, passa conhecer novas pessoas, novas personalidades, novas histórias, e é aí que observamos a vida a mudar .... construímos novos capítulos, histórias, amores, novas páginas todas diferentes umas das outras, acrescentamos um novo livro em branco à nossa vida, onde lá nada existe, onde podemos reescrever ou começar o início de uma nova etapa.
Fazemos tudo de novo, como se nada existisse, como se nada tivesse acontecido!


Assim como os perfumes alegram a vida, a amizade sincera dá ânimo para viver. Os verdadeiros contam-se pelos dedos!
Preciso de um amigo que me olhe nos olhos quando falo, que ouça as minhas tristezas com paciência.
Preciso de alguém, que venha discutir ao meu lado sem precisar ser convocado (...) alguém Amigo o suficiente para dizer-me as verdades que não quero ouvir, mesmo sabendo que posso fica
r zangado com ele e odiá-lo por isso.

Neste mundo de duvidadores, preciso de alguém que creia, nesta coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível de encontrar: A Amizade. Que teime em ser leal, simples e justo, que não vá embora se algum dia eu perder o meu ouro e não for mais a sensação da festa.
Preciso de um Amigo que receba com gratidão o meu auxílio, a minha mão estendida, mesmo que isto seja pouco para as suas necessidades. Preciso de um Amigo que também seja companheiro, nas paranóias e conquistas, nas guerras e alegrias, e que no meio da tempestade, grite em coro comigo: “Nós ainda vamos rir muito disso tudo!”

Não pude escolher aqueles que me trouxeram ao mundo, mas posso escolher o meu Amigo. E nessa busca empenho a minha própria alma, pois com uma Amizade Verdadeira, a vida se torna mais simples, mais rica e mais bela...
segunda-feira, 19 de novembro de 2012 - 0 comentários

Mundo Diferente!!


Hoje acordei bem disposto... Fui para a escola às 11:30.
O dia correr dentro dos possíveis bem! Recebi o meu teste de Matemática, consegui obter um 15,  o que é muito bom, pois não tinha começado da melhor maneira!! À tarde encontrei a O. e estive a falar sobre os curso a universidade, sobre o nosso futuro. Ela é bastante simpática e divertida!

 O F.A. já me disse aquilo que queria falar comigo, fiquei muito impressionado e adorei a ideia de participar na sua série, poder contracenar com ele, e de ele ter-me dado a oportunidade de participar as gravações começaram para o próximo ano, em Janeiro aos Sábados. Resta saber é como os meus pais vão reagir a isto....
Não esperava nada que ele me fizesse uma proposta dessas.
O meu próximo desafio, será tentar escrever uma peça de teatro, quero testar as minhas capacidades e observar se realmente consigo. Se não for à 1ª, será à 2ª ou à 3ª.
O teatro para mim é um grande sonho, tem um grande peso em toda a minha vida, é aquilo que faz mais sentido, e é sem dúvida a melhor coisa que eu fiz até agora.

Já combinamos o jantar do grupo de teatro, é dia 22 de Dezembro, vamos entre todos fazer troca de presente, o jogo do amigo secreto!
Gostei da aula de teatro de hoje, apesar de ser um pouco secante, mas aprendi algo mais sobre linguagem e dicção
Hoje foi um dia só de propostas a N. para a próxima semana vai realizar um pequeno sketch para a universidade e precisar que os rapazes do grupo entrem...terei de faltar mais uma vez à academia.
Na quarta-feira vamos tirar fotos para elaborar um vídeo sobre a UE, teremos de ir todos vestidos de roupa preta .

Para mim nesta altura da minha vida o teatro faz todo o sentido do mundo, foi a melhor coisa que alguma vez fiz!

A academia passa ao lado, não faz sentido. O teatro é aquilo que eu realmente desejo fazer, e quero ir todas as semanas. Não digo que a academia não seja importante, mas o teatro é algo bem diferente, que está-se a tornar numa paixão cada vez maior. Quero fazer teatro todas as segundas, só de pensar que haverá algumas que não posso ir...isso deixa-me muito triste.
É realmente muito bom e tem-me ajudado realmente a me compreender, a me sentir bem.

Quando não estou no teatro, todas as porcarias que aconteceram neste ano pairam a volta de mim, há coisas que não há maneira de eu não pensar....
Quando regressava a casa pensei, se o meu irmão estivesse vivo era tão bom fazermos teatro os dois, será que ele iria ser confundido comigo, (....)
É uma pena ..... e faz-me imensa falta ele!

Espero que o próximo ano seja um ano de profundas mudanças, quero deixar de me sentir assim como me tenho sentido, ao longo deste tempo....